Pesquisas em andamento

  • LOGÍSTICA DE E-COMMERCE NO VAREJO DO ESTADO DE SÃO PAULO

    A presente pesquisa tem como objetivo mapear as práticas sugeridas (pela literatura) e adotadas (na realidade) pelo varejo eletrônico por empresas do estado de São Paulo e avaliar seu impacto no desempenho.

    Com o aumento das vendas online, o profissional de logística precisa rever seus processos e adequá-los para o novo canal de atendimento. Não obstante, existem poucas pesquisas que indiquem quais são as melhores práticas adotadas no setor de armazenagem e distribuição que resultem em melhor desempenho para a empresa. Esta pesquisa pretende, então, mapear as práticas sugeridas para o novo canal de atendimento, avaliar o grau de maturidade das empresas em sua adoção e identificar os principais gaps existentes. Isto permitirá montar um plano de atividades a serem desenvolvidas com o intuito de aprimorar o varejo e aumentar a competitividade das empresas e se justifica pela falta de informações confiáveis sobre as práticas que o varejo tem adotado na entrega pelo canal eletrônico e pelo crescimento deste canal frente ao tradicional.

    Neste estudo, será desenvolvida uma pesquisa quantitativa com base em uma survey. A pesquisa visa identificar quais as principais práticas adotadas por empresas de varejo situadas no estado de SP e avaliar a relação entre a adoção das empresas e seu desempenho. Usaremos, na pesquisa, duas variáveis de controle: porte (micro, pequeno médio e grande) e setor (eletronicos, vestuário, supermercadista, etc)

    Início: Setembro de 2017 Término: Junho de 2019 

    Esta pesquisa conta é patrocinada pela FedEx

    Resultado de imagem para fedex

    Pesquisador:
    Professora Priscila Miguel
    FGV EAESP
    São Paulo 2018
  • VIABILIDADE DE IMPLEMENTAÇÃO DE CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO URBANO (CDU) NA CIDADE DE SÃO PAULO.

    Analisar as variáveis que influenciam a viabilidade financeira e operacional de um Centro de Distribuição Urbano (CDU) na cidade de São Paulo, identificando os atores críticos para o sucesso de tal operação logística, assim como sugerindo modelo de avaliação multi-variável para tomada de decisões ligadas à implementação deste tipo de operação.

    Pesquisadores: Dafne Oliveira Carlos de Morais e Paulo Fernandes

     

    Pesquisador:
    Professor: Manoel AS Reis
    FGV EAESP
    2019
  • O PAPEL DOS ATIVOS INTANGIVEIS NA CRIAÇÃO E APROPRIAÇÃO DE VALOR EM CADEIAS GLOBAIS

    Neste projeto de pesquisa, pretende-se expandir o conceito de criação e apropriação de valor ao longo da cadeia global de suprimento, aonde produtores, fornecedores e outros stakeholders podem obter benefícios. Para isto, pretende-se aplicar os três conceitos de valor (valor na troca, valor no relacionamento e valor em uso) estendidos em cadeias globais. Outro pressuposto é que ativos intangíveis formais (e.g. marcas, patentes, indicações geográficas) e informais (e.g.capital relacional, know-how, criatividade) tem um papel importante para os três tipos de criação e apropriação de valor nas cadeias globais. O objeto de estudo são cadeias agro-alimentares globais da América Latina. Pretende-se focar em produtos agro-alimentares produzidos na América Latina com grande potencial de agregação de valor no mercado internacional. As perguntas de partida deste projeto são: Como as empresas agro-alimentares podem se apropriar de valor por meio de ativos intangíveis? Quais são mecanismos de criação, transferência e apropriação de valor dos stakeholders envolvidos ao longo das cadeias produtivas agro-alimentares? Os três conceitos de valor podem existir ao mesmo tempo? E como as percepções de valor podem mudar ao longo do tempo? Desta forma, pretende-se contribuir teoricamente com a expansão do conceito sobre valor na gestão da cadeia de suprimentos, especificamente na literatura de cadeias globais de valor, aonde questões como criação e apropriação são discutidas de forma superficial, quando comparada com área de marketing e estratégia. O papel dos ativos intangíveis formais e informais na criação de valor também serão explorados para consolidar a base teórica do estudo. Empiricamente, estudos de caso sobre cadeias agro-alimentares latino-americanas pretendem discutir de forma crítica questões como inserção de produtos com valor agregado no comércio internacional e apropriação de valor por parte de produtores agro-alimentares inseridos em cadeias globais. Parcerias com pesquisadores argentinos, peruanos e colombianos estão em fase de consolidação para realização de estudos comparativos. Do ponto de vista gerencial, pretende-se colaborar na identificação de investimentos em ativos intangíveis que geram mais valor para cadeias agro-alimentares, analisando estratégias como Indicações Geográficas, cadeias curtas, marcas, etc.

    Pesquisador:
    Coordenadora Pesquisadora: Luciana Marques Vieira
    FGV EAESP
    São Paulo - 2018
  • Business as usual? The complex role of the private sector in tackling food and nutrition security

    This proposal develops a conceptual and practical toolkit to better understand the role of ?the private sector? to advance or undermine food and nutrition security objectives (FNS). Private sector interests are believed to be key drivers of innovation and investment, but they can also privilege private policy choices over public regarding goals. Private sector actors are also complex because they are made up of diverse interests, from small farmers to transnational food processing and producing companies. This work will combine the business management expertise with political economy approaches to better explain why ? and when ? do business, governments and citizens interact to shape a common agenda in regard to FNS? It also offers a methodology to define, measure and analyze private sector actors. Finally, it will develop and offer capacity training to enable new researchers to advance knowledge knowledge in this area.

    Pesquisador:
    Coordenadora Pesquisadora: Luciana Marques Vieira - Pesquisadores: Jennifer Constantine, Andres Mejia-Acosta - Int
    FGV EAESP
    2018
  • Cadeias Globais e Iniciativas Multistakeholders

    Os estudos sobre relações interorganizacionais e governança de cadeias globais vem se intensificando. Entender como a governança privada, na qual as transnacionais lideram suas cadeias de suprimento, tem sido foco de estudos acadêmicos recentes (Vieira e Traill, 2008; Mattli, 2003; Van Huijstee e Glasbergen, 2010). As empresas brasileiras têm intensificado sua atuação nos mercados internacionais e hoje já existem transnacionais brasileiras que governam suas cadeias. Especialmente no setor agroalimentar, as transnacionais criam alianças com stakeholders para alcançar objetivos que não são necessariamente econômicos, mas que atendem aos interesses sociais e ambientais das cadeias locais e das localizações das suas operações. A iniciativa multistakeholder é um tema ainda incipiente nos estudos das relações interorganizacionais e, ao comparar duas iniciativas que ocorrem em contextos distintos, pretende-se avançar no entendimento deste tipo alternativo de governança e suas implicações para os envolvidos em cadeias globais de empresas brasileiras. Com este estudo busca-se identificar como a legitimidade dessas iniciativas é percebida pelos mercados e stakeholders e quais resultados têm sido alcançados.

    Pesquisador:
    Coordenadora Pesquisadora:Luciana Marques Vieira - Pesquisadores: Eliane Pereira Zamith Brito, Jorge Manoel Teixeira Carneiro
    FGV EAESP
    São Paulo - 2018
  • CRIAÇÃO E APROPRIAÇÃO DE VALOR NA PERSPECTIVA MULTISTAKEHOLDER EM CADEIAS AGROALIMENTARES UNIVERSAL 2018
    Pesquisador:
    Coordenadora Pesquisadora: Luciana Marques Vieira - Pesquisadores: Celso Augusto de Matos, Douglas Wegner, Jefferson Monticelli, Ícaro Célio de Carvallho
    FGV EAESP
    São Paulo - 2018
  • DIVERSIDADE NA BASE DE FORNECEDORES DE EMPRESAS COMPRADORAS NO BRASIL

    Qual a participação de empresas fornecedoras controladas ou de propriedade de mulheres na base de fornecedores de grandes empresas que operaram no Brasil?

    Esta pesquisa tem como objetivo medir a participação de fornecedores de propriedade ou liderados por minorias, em especial, mulheres, nas cadeias de grandes empresas compradoras no Brasil, bem como entender as barreiras enfrentadas no engajamento e como os gerentes podem melhorar essa participação. Portanto, este estudo avança uma discussão ainda pouco explorado na literatura nacional e internacional sobre Supply Chain Management, Ética Empresarial e Direitos Humanos nas Organizações. A pesquisa está sendo realizada em parceria com a ONU Mulheres e com o FGV NEOP.

    Este estudo contará com duas etapas de pesquisa. Na primeira, será realizada uma pesquisa quantitativa baseada em survey com empresas compradoras com o objetivo de avaliar o grau de incorporação da prática de diversidade na estratégia das empresas e seu respectivo desdobramento para a área de Compras. O questionário também pretende acessar a participação de empresas lideradas e/ou de propriedade de mulheres na base de fornecimento de grandes empresas. Na segunda fase, será realizada uma pesquisa qualitativa, baseada em três estudos de caso com empresas compradoras e seus fornecedores para entender de que forma o processo tem sido incorporado, quais as barreiras (internas e externas) e os ganhos obtidos com o novo processo.

    Pesquisador:
    Professoras Doutoras; Priscila Miguel, Maria José Tonelli e Cristiane Biazzin
    FGV EAESP
    2018
  • CUSTOS LOGÍSTICOS NO BRASIL - UMA METODOLOGIA INOVADORA

    Qual o real custo logístico das empresas brasileiras?

    A FGV EAESP, por meio do GVcelog-Centro de Excelência em Logística e Supply Chain, realizará uma pesquisa sobre Custos Logísticos, sob uma visão diferenciada, no que diz respeito a metodologia para se obter dados mais realistas a respeito do tema.

    O objetivo geral da pesquisa é o desenvolvimento e a aplicação de uma metodologia, completamente inovadora em relação às existentes, para quantificação e detalhamento dos custos logísticos das empresas brasileiras. Além de uma primeira aplicação da metodologia, o projeto contempla também a criação de procedimentos e rotinas para replicações anuais dos levantamentos.

    Permitirá, também, a constituição de uma importante base de dados com imensa capacidade de processamentos complementares, para atender às mais diversas necessidades do país na área de custos associados à logística.

    Com base nesse conhecimento será possível influenciar na formulação de políticas públicas e estratégias empresariais. A FGV irá divulgar os resultados junto aos órgãos públicos responsáveis e à entidades de classe e realizar eventos para estimular debate sobre como promover a redução do custo logístico brasileiro. No âmbito privado, será feito um trabalho junto à mídia comercial e especializada para divulgar os resultados e orientar empresas sobre estratégias logísticas que podem reduzir seu custo operacional. Espera-se com isso criar um ciclo positivo de monitoramento, ações e melhoria que venha no longo prazo contribuir para a redução desse importante gargalo da economia brasileira.

    Pesquisador:
    Professores da FGV EAESP: Manoel A.S. Reis, Juiliana Bonomi e alexandre Pignanelli
    FGV EAESP
    2017/2018
  • A presente pesquisa tem como objetivo mapear a percepção dos gestores de cadeias de suprimentos sobre a vulnerabilidade das organizações a diferentes fontes de risco que afetam as suas operações e podem impactar o desempenho das empresas. Esta pesquisa é realizada a cada 3 anos pelo FGVCelog. Em 2019, faremos a segunda rodada da pesquisa.

    Este estudo adota uma metodologia quantitativa com base em uma survey, apresentando diferentes fontes de risco e avaliando a percepção dos gestores sobre a sua probabilidade de ocorrência e a severidade do impacto.

    Pesquisador:
    Professoras Priscila L.S. Miguel e Susana C.Farias Pereira
    FGV-EAESP
    São Paulo - 2018
  • BIG DATA EM COMPRAS- ESTADO DA ARTE, BARREIRAS E OPORTUNIDADES PARA ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS

    O objetivo geral do projeto é analisar o estado-da-arte da adoção de big data em Compras corporativas (B2B) e analisar as barreiras e oportunidades para organizações.

    Pesquisador:
    Cristiane Biazzin (coordenadora), Luciano Castro de Carvalho (FURB), Janaina Siegler (Butler University – Indianapolis, USA)
    FGV EAESP
    São Paulo 2018
  • ESTRATÉGIAS DE COMPRAS PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ECONÔMICO DAS ORGANIZAÇÕES

    O projeto visa explorar novos direcionamentos ao papel das estratégias de compras sob as seguintes perspectivas:

    1. Como a Transformação digital em compras é conduzida pelas organizações brasileiras e seu impacto econômico e social no país;
    2. Desenvolvimento sustentável de fornecedores e a adoção de tecnologias de comunicação entre os elos da cadeia.
    3. Como avançar e gerir as relações de poder entre grandes players, sob a ótica de Compras.
    Pesquisador:
    Profa. Crtistiane Biazzin
    FGV EAESP
    São Paulo 2017
  • PERDAS E DESPERDÍCIOS NA CADEIA DE ALIMENTOS

    This project proposes to identify food loss and waste hazards throughout the supply chain. It will trace one horticultural product from agricultural site to the consumption point, identifying inputs added in each value chain activity and hazards that might influence loss and waste. Based on the qualitative results, it will be proposed a method to reduce food loss and waste and actions to transform it to a circular chain. Findings will be discussed among stakeholders to validate the proposals and prescribe actions. The research results can be the basis for further comparative studies as well as suggesting policymakers and managers on ways to reduce food loss and waste, contributing to the promotion of a circular economy.

    Pesdquisadora Coordenadora:
    Profa. Luciana Vieira Marques

    Pesquisadores:
    Fernando Coelho Martins Ferreira http://lattes.cnpq.br/3546864333364295

    Priscila L. S. Miguel http://lattes.cnpq.br/6364115193923610

    Ely Laureano Paiva http://lattes.cnpq.br/3266145095735910

    Susana C. F. Pereira http://lattes.cnpq.br/4071795741573215

    Simone Sehnem (Pos Doc POI): http://lattes.cnpq.br/4508281701376570

    Alexia Hoppe (Pos Doc CNPq):  http://lattes.cnpq.br/8525876918878709

    Márcia Dutra de Barcellos (UFRGS) http://lattes.cnpq.br/5277492107669504

    Pesquisadores Colaboradores:
    Ícaro Célio de Carvalho
    Camilla Guimarães
    Renan Lucas Ferraz

     

     

    Pesquisador:
    Profa. Luciana Marques Vieira
    FGV EAESP
    2017
  • COLABORAÇÃO ENTRE INDÚSTRIA E VAREJO

    A presente pesquisa tem como objetivo aprofundar o entendimento do que é colaboração para os diferentes envolvidos nos relacionamentos entre indústria, atacado e varejo e quais seus ganhos e custos.

    Pesquisador Colaborador: Ícaro Célio Carvalho

    Pesquisador:
    Professores: Priscila Miguel, Fabio Tescari, Cláudio Minerbo
    FGV EAESP
    2017
  • RISCOS NO AGRONEGÓCIO

    A presente pesquisa tem como objetivo compreender como as cadeias de suprimentos do agronegócio no Brasil são afetadas por diferentes fontes de riscos (econômicas, climáticas, infraestrutura, fornecedores e demanda, regulatórios). Além disso, busca-se analisar como as diversas organizações destas cadeias tomam decisões sobre quais riscos mitigar e que ações são tomadas no processo de suas operações, incluindo atividades de planejamento, resposta e recuperação pós evento de risco. Neste processo buscamos identificar também o papel de stakeholders durante os eventos, a opinião de especialistas e de tomadores de  decisão ligados às cadeias de suprimentos.

    Pesquisadores colaboradores:
    Renata P. Brito, Luciana Betiol,Karina dos Santos,Roger Luna

    Pesquisador:
    Professoras Priscila L.S. Miguel e Susana C.Farias Pereira
    FGV EAESP
    2017
  • MAPEAMENTO DA MATURIDADE DE COMPRAS DE ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS

    A área de Compras no Brasil tem enfrentado dificuldades para se firmar como área estratégica dentro das empresas. Com o intuito de contribuir para o desenvolvimento e melhoria da competitividade das organizações, este estudo visa a criação de um índice de maturidade de Compras em empresas brasileiras, que será divulgado a cada 2 anos. A este índice, serão vinculadas propostas de desenvolvimento da área, pontos críticos e ao longo do tempo, sua evolução.

    Previsão de conclusão: 2017

     

    Pesquisador:
    Professores: Cristiane Biazzin, Priscila Miguel, Fabio Tescari, Luis Alexandre
    FGV-EAESP
    São Paulo - 2015
  • Pesquisador:
    Jalba Miniussi - Orientador: Professor Luiz Artur L. Brito
    FGV-EAESP
    São Paulo - 2015